Prezado director, Leio regularmente o jornal OPAÍS e acho que o director José Kaliengue e a sua equipa sempre fizeram um bom trabalho, oferecendo a nós, leitores, aquele que para mim é o melhor jornal de Angola. Abordam temas interessantes e não olham as cores políticas ou religiosas. Acho que é assim que deve ser um bom jornal. Agora quero ver como é que vai ser na campanha eleitoral, porque os partidos da Oposição dizem que os jornalistas estão contra eles. Será que o jornal OPAÍS também está contra os partidos da Oposição?

Não é isso que eu vejo. Aliás, este jornal até me parece que publica quase todos os dias matérias sobre os partidos da Oposição. Isso não significa que não pode publicar também os feitos do Governo só para parecer um jornal democrático. Democracia não é isso. E se um Governo faz coisas boas os jornais também devem mostrar sim. Isso também é democracia.

No nosso país, Angola, uns querem nos dizer que democracia é só quando se critica. Também não compreendo como é que um partido que diz que é democrático e que quer governar consegue agredir jornalistas. Se na Oposição é assim, como seria no Governo? Aí é que os jornalistas estariam bem “na linha”. O acto da UNITA é mesmo reprovável, porque atacou um dos pilares da democracia, que é a liberdade dos jornalistas informarem o povo. Portanto, estou solidário com os jornalistas angolanos e também com o trabalho do jornal OPAÍS, que nos ajuda a sermos mais tolerantes de democráticos. Um abraço aos jornalistas angolanos.

Comentários

comentários