Comissão esteve desde Segunda-feira na província para avaliar as formas de combate ao surto de cólera que assola a província.

A comissão interministerial que desde segunda-feira trabalha no município do Soyo, província do Zaire, inteirou-se ontem, sobre as obras estruturantes em curso na região. A comitiva visitou as obras do projecto Angola LNG, subestações eléctricas, bem como a central do ciclo combinado que vai gerar 750 megawatts de energia no ano em curso.

Integrada ainda pelo ministro das Finanças, Augusto Archer Mangueira, e pelo secretário de Estado das Águas, Luís Filipe da Silva, a delegação visitou igualmente a ponte Kimpuanza, erguida sobre o canal do rio Zaire. Em declarações à imprensa, o ministro das Finanças, Archer Mangueira, manifestou-se satisfeito com o grau de execução de várias obras estruturantes que, no seu entender, contribuirão para o desenvolvimento sócio-económico da circunscrição.

O ministro destacou a importância do projecto Angola LNG no crescimento da economia nacional, assim como no funcionamento da central a gás do ciclo combinado. “Como sabem, pretendemos arrancar com o projecto do ciclo combinado do Soyo, cujo funcionamento em pleno dependerá do gás produzido pela fábrica Angola LNG”, referiu.

Mais informação encontre no jornal impresso já nas bancas!

Comentários

comentários