Apesar de se ter constactado a paralisação de algumas obras de construção devido ao estado menos bom da economia do nosso país, as obras de construção do Aproveitamento Hidroeléctrico de Laúca continuam e não haverá diminuição do ritmo de trabalho, para que o objectivo seja alcançado tal como previsto.
A garantia é do Eng. Tiago Moreira, director para área comercial da Odebrecht. Segundo aquele responsável, o orçamento total não mudou, “o que muda é a disponibilidade de dinheiro por ano”, explicou, apontando que, neste caso, o orçamento é mais baixo dada a situação que o país enfrenta.
O Aproveitamento Hidroeléctrico (AH) de Laúca é a maior obra de construção civil do país que depois de terminado terá capacidade de gerar 2.070 megawatts de energia electrica.

Comentários

comentários