A Organização está preocupada com os preços ainda baixos do petróleo após o acordo de redução de produção não alcançar os resultados esperados.

O acordo entre a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e outros países produtores de petróleo para reduzir a produção e estimular os preços não alcançou os resultados almejados, e a oferta segue em alta, disse recentemente o secretário-geral da organização.

A OPEP e outros países produtores, como a Rússia, fecharam um acordo inédito no ano passado para reduzir a produção em 1,8 milhão de barris diários.

O objectivo era subir o preço do barril, em queda ininterrupta há três anos. Apesar do importante compromisso, os preços ainda estão baixos, por volta de 45 dólares o barril, para preocupação da OPEP.

Comentários

comentários