Diversas empresas realizam periodicamente pesquisas sobre estimativas de quando e como o preço do barril de petróleo voltará aos seus dias de glória. Uns estudos são mais optimistas, outros menos, porém todos concordam que, assim como as tempestades, essa crise irá passar mais cedo ou mais tarde.

No Congresso Mundial de Petróleo, ocorrido em Istambul no início deste mês de Julho, líderes de várias empresas do ramo concordaram que o momento é de reparação das perdas de finanças e recomposição de operações a fim de suportar os preços baixos.

Ainda de acordo com informações advindas do Congresso, pode ser que o mundo tenha que esperar até 2020 para ver o crescimento da demanda acelerar o suficiente para que surja um déficit de oferta.

Nessa segunda questão, a Organização dos Países Produtores de Petróleo (Opep) já vem a algum tempo trabalhando a fim de reduzir a demanda global da commodity.

Comentários

comentários