Angola, pelo punho de João Lourenço, ministro da Defesa, acaba de assinar novos acordos de cooperação com o Reino de Espanha. Sinal claro da diversidade de caminhos de cooperação que o país abriu. A inteligência governativa e diplomática assim o ditam.

Angola, ao contrário do que alguns gostam de tentar fazer crer, não está dependente de um único parceiro, nem se sujeita a humilhações por supostamente depender de tal parceiro. Este país é Independente e tem vantagens a oferecer a quem o respeite e o queira ajudar a crescer. Há, de facto, neste mundo, países com muito para oferecer e interessados a cooperar com Angola.

O que deixa possessos de raiva aqueles que tendo pouco a oferecer nesta nova fase angolana de busca do desenvolvimento, ainda se julgam donos do destino dos angolanos. A prática diz outra coisa. E há quem vá ficando cada vez mais para trás.

Comentários

comentários