Na Sexta-feira, Paulo Julião teve a missão de entrevistar o cabeça de lista da APN, Quintino Moreira, e que tarefa! Depois das boas intenções (que para já só têm mesmo lugar no inferno) de construir, no próximo mandato, três capitais e duas marginais interprovinciais, etc., eis que chegou aquele momento que põe à prova a têmpera de um bom político.

Que é o de dizer a verdade e ser honesto (o que não é fácil, para esta “espécie” de humanos). Quintino falou dos seus projectos para quando for Governo depois de 23 deste mês. Yá. É neste momento em que as pessoas perdem o interesse e nós não os conseguimos ouvir mais. A política era suposto ser coisa séria.

A APN vai formar Governo este ano? Assim isso é mesmo brincadeira? O que Quintino tinha de fazer era explicar muito bem as suas propostas e pedir votos para que a APN as possa propor e defender no parlamento.

É só isso. Se as suas ideias forem aprovadas ou aproveitadas, depois terá com o que esgrimir nas eleições de 2022, dizendo que tal coisa só beneficia a população porque a propôs, e aí, sim, colheria louros. Mas vamos deixar de brincar às políticas, ya?

Comentários

comentários