Os artistas que participaram nas actividades realizadas do Festival Nacional de Cultura (Fenacult 2014), que decorreu entre o mês de Agosto e Setembro, deste ano, em todo o espaço nacional, denominadas “Festa Kutonoca”, queixam-se de não terem recebido os valores acordados.

As referidas actividades musicoculturais e recreativas aconteceram por todo o país, e os contratos rondaram entre os 300 mil e 700 mil kwanzas, mas muitos artistas que tomaram parte nos eventos clamam pelos devidos pagamentos apurou OPAÍS junto de alguns músicos.

As fontes acrescentaram ainda que esse dilema só se regista em Luanda, ao passo que noutras províncias a realidade é totalmente diferente.

A equipa deste jornal contactou o director artístico do Ministério da Cultura, António Sebastião Vicente “Santocas”, que reconheceu a existência das supostas dívidas, justificando contudo, que a conclusão do pagamento consiste num processo um pouco demorado, pois o Ministério da Cultura tem um departamento que trata directamente desses assuntos.

Santocas reconheceu que existem artistas que ainda não receberam os seus dinheiros, mas garantiu que esse problema será ultrapassado nos próximos dias. Solicitado a confirmar os nomes dos artistas que ainda não receberam as verbas, o responsável do MINCULT recusou-se revelá-los, alegando que não é da sua competência, mas sim da direcção da gestão do Ministério da Cultura.

Comentários

comentários