Um helicóptero que transportava material logístico da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) sofreu um acidente ontem, na comuna de Caindo, município de Menongue, sede da província de Cuando Cubango, sem causar vítimas mortais. Segundo informações de fontes no local que pediram o anonimato, o aparelho da Força Aérea Nacional (FAN) foi envolvido “num remoinho quando realizava manobras finais para o pouso, e acabou por embater numa árvore, tendo incendiado de imediato”.

Entretanto, os oito ocupantes que seguiam a bordo foram a tempo de abandonar o aparelho com ligeiros ferimentos. Trata-se de um MI 171 de fabrico russo. Outra fonte familiarizada com ofício aponta “erro humano ou avaria como as únicas possíveis causas de acidente naquelas circunstâncias”.

Esforços para apurar um pronunciamento da Força Aérea Nacional não resultaram, tendo sido apenas possível apurar que uma equipa do ramo já se tinha deslocado ao local do sinistro e tal como é procedimento um inquérito seria imediatamente aberto para apurar as causas.

Segundo uma fonte hospitalar em Menongue, escoriações e suspeita de fractura de alguma costela são as ocorrências mais graves registadas entre os 8 pacientes que, entretanto, ficaram internados na unidade por pelo menos mais 24 horas de precaução. Caiundo é uma comuna do município de Menongue e dista 150 quilómetros da sede provincial.

O helicóptero acidentado encontrava-se em cumprimento de missão ao serviço das eleições de 23 de Agosto há já alguns dias..

Comentários

comentários