Dignidade 4×4

Em tempo de crise económica, com gente a perder o emprego, famílias com dificuldades para manter os filhos na escola, com os diabéticos a queixarem-se dos preços dos medicamentos, com o Lubango com as ruas esburacadas e cheias de lixo, com Mbanza Kongo cheia de areia no asfalto, com os moradores da maior parte das cidades a queixar-se dos cortes de electricidade, neste momento em que se espera dos políticos ideias brilhantes, gestos de solidariedade com o povo, e até mesmo de algum sacrifício, eis que, afinal, os nossos deputados quase que vão aos quimbandas pedir para que os lexus venham mesmo.

Pelo menos o deputado e presidente do PRS, Benedito Daniel, não o escondeu. Ele quer mesmo um jeep que lhe dê dignidade. Eu bem digo que se espremermos bem aquele parlamento ainda saímos de lá apenas com meio cesto de competência política. Quando deputada, Paula Simons, se alguém se lembra, rejeitou o luxo de um BMW. Deve ter havido por lá rezas e bungulações para que o “mau exemplo” fosse “exorcizado”.

O padre Américo, no Toco (Lubango) vendeu um jeep tipo Lexus que lhe tinha sido oferecido para colocar o dinheiro na construção de um hospital comunitário, não se tornou menos digno por isso, antes pelo contrário. Mas os deputados do nosso país, bem, esses já concluíram que as suas importância e dignidade estão concentradas num Lexus. Fora dele… não existem como seres humanos que valham alguma coisa.