PCA DA SONANGOL ADMITE EXTINGUIR SUBSIDIÁRIAS

Trabalho termina em 60 dias

Um Despacho Presidencial instituiu um grupo de trabalho multidisciplinar coordenado pelo ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, coadjuvado pelo ministro das Finanças, Archer Mangueira. O grupo contou ainda com um comité técnico, bem como de representantes de todas as companhias petrolíferas internacionais, nacionais (a Sonangol), sendo que foram também criados cinco subgrupos técnicos de trabalho.

O subgrupo número um, relacionado com a melhoria do desempenho, denomina-se “simplificação dos processos de gestão nas produções petrolíferas”. Este subgrupo terminou o trabalho e, Segunda-feira última, apresentou-o ao Presidente da República. O subgrupo número dois, que trabalha na revisão de um decreto referente à tendência da flexibilidade contratual, fez uma abordagem para avaliar a possibilidade de desenvolvimento e produção de campos marginais e alguns campos maduros que necessitem de uma abordagem e de alguns incentivos na parte económico- financeira. Segue-se o subgrupo número três, que trabalha na regulamentação de toda a actividade de gás, em toda a sua cadeia de valor.

Subgrupo número quatro: de pesquisa. Subgrupo número cinco: como abandonar os poços e instalações petrolíferas e como reparar e proteger o meio ambiente. “Tudo isso foi reportado no período de 30 dias. De maneira que temos algumas actividades concluídas e outras que estão em curso nos próximos 60 dias”, revelou Carlos Saturnino.

Conselho de Administração da SONANGOL – Empresa Pública

Carlos Saturnino Guerra Sousa e Oliveira – Presidente do Conselho de Administração; Sebastião Pai Querido Gaspar Martins – Administrador Executivo; Luís Ferreira do Nascimento José Maria – Administrador Executivo; Carlos Eduardo Ferraz de Carvalho Pinto – Administrador Executivo; Rosário Fernando Isaac – Administrador Executivo; Baltazar Agostinho Gonçalves Miguel – Administrador Executivo; Alice Marisa Leão Sopas Pinto da Cruz – Administradora Executiva; José Gime – Administrador Não Executivo; e André Lelo – Administrador Não Executivo.