Carlitos Vieira Dias: Encerra quarta temporada do Show do Mês

É um dos mais renomados guitarristas do país desde a década de 1960. A produção da Nova Energia convidou-o para encerrar a 4ª temporada deste projecto musical

Por: Jorge Fernandes

O músico Carlitos Vieira Dias é o protagonista do último espectáculo musical desta temporada, a ser realizado nos dias 1 e 2 de Dezembro, a partir das 21 horas, no Royal Plaza Hotel, em Talatona. Ausente dos grandes palcos, Carlitos Vieira Dias mostrará mais uma vez a sua veia artística num concerto intimista em duas noites, em que fará uma viagem ao seu reportório, bem como de outros clássicos musicados pelo seu pai, o lendário Liceu Viera Dias.

Com o suporte da banda Show do Mês, Carlitos Vieira Dias vai tocar temas por si imortalizados e que fazem parte do primeiro e único álbum de originais intitulado ‘‘Vozes de um Canto’’. Desta relíquia musical poderse- ão ouvir temas como ‘‘Birin Birin’’, ‘‘Colonial’’, ‘‘Marçalina’’, ‘‘Palamé’’, ‘‘Lemba Lemba’’, ‘‘Passo do sangazuza’’, ‘‘Nzala’’, ‘‘Mukajame’’, ‘‘Tabernáculo’’, ‘‘Clube Marítimo’’, ‘‘Jinguela’’, ‘‘Kangrima’’, entre outros.

Em contacto com OPAÍS, à volta deste concerto, o músico manifestou- se confi ante por mais um desafi o que lhe é colocado e promete não defraudar o público que acorrerá ao espectáculo. O músico considerou o Show do Mês como sendo uma boa plataforma musical que tem estado a protagonizar um trabalho de qualidade.

Balanço

O responsável da Nova Energia, Yuri Simão, considerou esta temporada como positiva, por ter cumprido a programação e a que mais levou diferentes gerações musicais ao palco, prestigiando a boa música angolana. Apesar do sucesso em termos de receitas, o responsável evitou falar sobre a próxima temporada, pelo facto da sua realização depender de patrocínios.

Mas mantém a ideia de continuar com este projecto musical que tem servido para homenagear diversas figuras, por um lado, e, por outro, dar visibilidade aos novos talentos. Para o próximo ano, segundo a fonte, estão previstas homenagens ao veterano e Rei da música angolana, Elias Dyá Kimuezo, e ao malogrado Bangão, este último a título póstumo.

O músico

Carlitos Vieira Dias nasceu em Luanda, no bairro da Maianga. Muito Cedo interessou-se pela música, uma arte já praticada pelo seu pai, um dos fundadores do Conjunto Ngola Ritmos e um dos principais percursores da música popular urbana, Liceu Vieira Dias. Iniciou-se como percussionista em 1959, mas foi com a guitarra com que mais se identificou e não mais parou.

Deu cartas a vários agrupamentos como Angolanos do Ritmo, Os Gingas, Negoleiros do Ritmo, Merengues, Os Kiezos, África Show e ainda Garda e o Conjunto, e mais recentemente na Banda Maravilha. Apesar dos vários anos de carreira tem apenas um álbum publicado (Vozes de um canto), mas pensa em publicar um próximo, embora sem precisar Jorge Fernandes datas.