Trump e Putin falam ao telefone

Não há nada como um bom assunto para uma boa conversa. Ligados por interesses distintos na Síria os presidentes dos Estados Unidos e da Rússia, conversaram ao telefone esta Terça-feira

Não há nada como um bom assunto para uma boa conversa. Ligados por interesses distintos na Síria, os presidentes dos Estados Unidos e da Rússia conversaram ao telefone esta Terça-feira.

Uma nota do Kremlin indica que a iniciativa partiu de Vladimir Putin, que o fez após uma audiência que concedeu a Bashar Al-Assad, presidente da Síria. Bashar Al-Assad desembar-cou em Moscovo numa situação aparentemente desafogada.

O seu exército, apoiado por tropas russas, e rebeldes apoiados pelos Estados Unidos, desalojaram terroristas islâmicos das principais cidades. A nota do Kremlin cita o presidente Vladimir Putin como tendo dito que “ a luta contra o terrorismo é um problema global. Muito há a fazer para se conseguir uma vitória completa contra o terrorismo. Seja como for, a nossa cooperação na luta contra os terroristas na Síria está a chegar ao fim”.

A conversa entre os dois líderes teve como pano de fundo a busca de uma solução para Síria, na medida que Al-Assad e os grupos rebeldes, não se entendem a respeito do futuro. Trump e Putin tiveram um encontro informal à margem de uma cimeira realizada recentemente no Vietnam, no termo do qual os dois governos emitiram uma nota segundo a qual “concordaram que não há solução militar para o conflito na Síria, tendo concordado em procurar uma solução política”.

Fontes próximas ao conteúdo do telefonema referem que os dois chefes de Estado também conversaram sobre a Coreia do Norte, Irão e Ucrânia, países a respeito dos quais os dois governos têm posicões distintas.