Angola e Ucrânia estudam áreas para a cooperação mútua

Os dois países analisaram as principais áreas para se implantar a troca de serviços nos próximos tempos e a Ucrânia solicita de Angola a intensificação do volume das suas exportações àquele país europeu

Por; Neusa Filipe

A vice-ministra para os Assuntos de Integração Europeia do Ministério da Política Agrária e de Alimentação da Ucrânia, Olga Trofimtseva, informou ontem, em Luanda, que está prevista a assinatura de vários acordos para se desenvolver a cooperação económica e comercial entre Angola e a Ucrânia.

A governante ucraniana avançou esta informação durante o balanço da sua visita de três dias à Angola que visou pesquisar o mercado angolano e estimular a cooperação no sector económico e comercial entre os dois países.

Na ocasião, Olga Trofimtseva fez saber que durante a sua estadia em Angola a sua delegação manteve encontros de trabalho com os responsáveis A do Ministério da Agricultura e Florestas e com a Câmara de Comércio e Indústria de Angola, com os quais discutiu a possibilidade de se investigar mais o sector agrícola e de se aumentar o volume do comércio bilateral.

Por outro lado, a vice-ministra referiu que a Ucrânia pretende também investir no mercado angolano no sector tecnológico e deu garantias de estarem já a ser analisados alguns acordos a serem assinados na área de importação e exportação de produtos de Angola para a Ucrânia e vice-versa.

A responsável manteve ainda um encontro de trabalho com a direcção da Agência de Promoção de Investimento e Exportações de Angola (APIEX), com quem abordou questões ligadas à possibilidade de os empresários ucranianos começarem já a exportar os seus produtos para Angola e a estabelecer troca de contactos para a criação de empresas mistas entre empresários dos dois países.

“Viemos saber quais as condições impostas aos nossos empresários para que venham investir cá. Queremos ainda estabelecer uma cooperação no sector agrário e no processamento e conservação de produtos e também quais os serviços que a Ucrânia pode prestar a Angola no sector da construção”, disse, a vice-ministra ucraniana. Foi ainda discutida a possível troca de delegações entre Angola e Ucrânia com o intuito de preparar a realização de um fórum empresarial.

Referiu que está já em análise um memorando entre o Ministério da Agricultura e Florestas de Angola e o Ministério da Política Agrária e de Alimentação da Ucrânia. Salientou que foi já assinado um certificado de correspondência dos serviços de veterinária e, durante a primeira visita efectuada pela Câmara da Ucrânia, foi subscrito o memorando de entendimento entre as câmaras de comércio dos dois países.

Na sequência disto, a enviada ucraniana considerou que o presente ano foi bastante activo, o que demonstra o interesse de os dois países estimularem a cooperação, não só no âmbito económico, mas também governamental.

“Nós estamos a ver o grande potencial do mercado angolano e isso motiva o nosso interesse, porque os dois países se completam. Durante a visita conseguimos concluir que Angola possui muitos produtos que a Ucrânia não tem e isso nos interessa muito. Por isso esperamos que Angola aumente o volume das suas exportações para a Ucrânia”, avançou.

Olga Trofimtseva salientou que a Ucrânia está interessada em alguns produtos angolanos, nomeadamente o café, algumas frutas e o peixe, alegando que os mesmos não se encontram no mercado ucraniano e os que lá se encontram entram por intermédio de países terceiros. Disse haver ainda interesse de reforçar a cooperação no sector da educação, matéria que poderá ser melhor desenvolvida pelos ministérios ligados à Educação e Ensino Superior de Angola e da Ucrânia