Carta dos leitores:

Caros jornalistas, caros leitores

Vem aí a quadra festiva e eu estou preocupado. Para começar, como os salários não aumentam há muito tempo, mas os preços não param de subir, acho que teremos poucas festas este ano. E os pais não vão comprar muitas prendas. Acho que o comércio vaise ressentir. Mas as lojas também não têm muita coisa para vender porque não têm dólares para importar.

Por: Januário Francisco

Também acho que teremos muitos acidentes nas estradas. As nossas estradas estão pior, mesmo com os anúncios de obras que o anterior Governo fez só para o MPLA ganhar as eleições. As estradas mais frequentadas, como as que vão de Luanda ao Huambo ou até Benguela e Huíla, estão muito mal. A do Huambo é para esquecer. Nem uma pulseira de missangas.

Mesmo que ninguém beba, sempre haverá acidentes. Não podemos esquecer que estamos no tempo das chuvas. Nos outros países já se fala de Natal e compras, aqui nada. Estamos mal.

Eu não sei como é que vou olhar para os filhos e sobrinhos. Mas sei que os que nos deixaram nesta situação vão se oferecer prendas caras, de muitos milhares de dólares, eu nem já uma pulseira de missangas.

O país, se está bom, vê-se nestes momentos, porque uns irão festejar lá fora, e depois ainda vão colocar as fotos das suas festas nas redes sociais. Agora estamos só a festejar porque a pessoa X foi exonerada. Exoneraram, mas vai passar bem o Natal, com montes de dólares e prendas caras, festa e mesa rica. E o povo só comemora porque uns deixaram os cargos? Há ainda muitas coisas para corrigir neste país. Eu, que sou da Quibala, como lá não tem aeroporto, não estou sujeito a gastar o preço de bilhete da TAAG, que é muito alto para viajar dentro do país, mas também não me vou pôr na estrada esburacada, perigosa para mim e para o meu carro. Também o combustível está caro…

É só orar.