EUA destacam reformas em curso em Angola

O desempenho do Executivo angolano liderado pelo Presidente João Lourenço mereceu, nesta Quarta-feira, referência da embaixadora dos Estados Unidos da América em Angola, Helen La Lime, que elogiou as reformas em curso no país. Para a diplomata norte-americana, que está em fim de missão em Angola, o desempenho do Executivo angolano é positivo em dois meses de trabalho.

Entretanto, considerou que esta tarefa (reforma) não é um processo fácil. Na óptica da embaixadora, que ontem se despediu do Presidente da República, a luta contra a corrupção empreendida pelo Executivo é uma realidade e trará resultados positivos para Angola e para os angolanos.

Quanto às relações de cooperação entre os dois países, destacou a estreita colaboração entre o Ministério angolano da Economia e os empresários americanos ligados ao sector privado, bem como com representantes da Câmara de Comércio dos Estados Unidos em Angola.

Angola e os EUA, que estabeleceram relações diplomáticas formais em 1993, têm como áreas privilegiadas de cooperação os sectores da saúde, agricultura, finanças, desminagem, bem como defesa e segurança. Helen La Lime termina uma missão de três anos e meio em Angola e sublinhou que a administração norte-americana acompanha de “perto“ o desenvolvimento da situação no Zimbabwe, país da África Austral, região da qual Angola faz parte