Futebol: Silvestre Pelé recebe voto de confiança

Depois de conseguir a permanência na última jornada do Girabola Zap 2017, a direcção da Académica do Lobito decidiu manter o treinador, visando a próxima temporada

Por: Mário Silva

O director-geral da Académica do Lobito, Duarte Esquerdinho, assegurou ontem a O PAÍS que o treinador Silvestre Pelé vai permanecer no comando técnico do clube lobitanga, visando a temporada futebolística 2018.

Deste modo, Duarte Esquerdinho explicou que a direcção analisou o desempenho da equipa portuária na Taça de Angola, segunda maior prova do país, e no Girabola Zap 2017 (Campeonato Nacional da primeira divisão) e a prestação foi positiva.

Por este facto, o responsável revelou que a direcção da Académica do Lobito liderada por Luís Borges decidiu continuar com o ‘mister’ Silvestre Pelé. Aliás, o entrevistado disse que o treinador faz parte do quadro técnico do clube.

“À nossa situação financeira não nos permite iremos ao mercado nacional e estrangeiro contratar um novo treinador. Na verdade, estamos satisfeitos com o trabalho do técnico supracitado, o mesmo já deu provas suficientes de que é bom”, reconheceu o interlocutor.

Duarte Esquerdinho avançou que serão criadas condições para que na próxima época o clube possa garantir a manutenção no escalão maior do futebol nacional cinco rondas antes do término da prova.

“Não temos o mesmo poderio financeiro que outros clubes, por isso o nosso objectivo é a permanência no Campeonato Nacional. Pelé é ideal para aquilo que pretendemos no próximo ano”, esclareceu o director-geral dos estudantes. Silvestre Pelé substituiu no comando técnico da Académica do Lobito António Alegre por maus resultados. Quanto à possível saída do avançado Caporai para o Petro de Luanda ou 1º de Agosto, campeão nacional, Duarte Esquerdinho fechou-se a “sete chaves”.

O Girabola Zap 2018 será disputado pelo 1º de Agosto, campeão nacional, Petro de Luanda, Interclube, Kabuscorp do Palanca, Sagrada Esperança, Progresso do Sambizanga, Recreativo do Libolo, Recreativo da Cáala, Bravos do Maquis, 1º de Maio de Benguela, JGM do Huambo, Desportivo da Huíla, Casa Militar do Cuando Cubango, Sporting de Cabinda, Domant FC do Bengo e Académica do Lobito.