Análise Diária: Défice fiscal poderá atingir 3,5% do PIB em 2018

O défice fiscal poderá registar redução de 2,3 p.p.

POR: Atlântico

Espaço Angola

As perspectivas do governo para 2018 apontam para uma redução significativa do défice fiscal que poderá situar-se em 3,5% do PIB, após estimativas de 5,8% em 2017.  O número de unidades empresariais registadas em Luanda chegou às 26.735 ao longo de 2016, representando 58% do valor nacional.

Espaço Internacional

EUA: A venda de imóveis novos fixou-se em 685 mil unidades em Outubro, o maior nível apurado desde Outubro de 2007 quando atingiu 727 mil imóveis vendidos.

 Itália: A confiança do consumidor situou-se em 114,3 pontos em Novembro, um aumento de 5,25% em relação ao registo de 108,6 pontos referente ao mês de Janeiro do ano corrente.

Visão Atlantico

O Plano Intercalar do Governo, que agrega um conjunto de medidas de políticas e acções para fazer face à actual situação macroeconómica e social, a serem implementadas de Outubro de 2017 a Março de 2018, aponta para uma redução significativa do défice fiscal em 2018, para 3,5% do PIB, de 5,8% do PIB em 2017. A melhoria de 2,3 p.p. será alcançada via contracção das despesas e da aceleração da reforma fiscal visando o aumento
das receitas fiscais.

Os imóveis novos vendidos nos Estados Unidos da América registaram aumento de 6,2% em Outubro, fixando-se em 685 mil unidades. Destaca-se que a expectativa dos investidores consultados pela Bloomberg apontava para uma redução de 3%, diante da estimativa de venda de 627 mil imóveis. O incremento das vendas em Outubro poderá reflectir as perspectivas positivas sobre o mercado de trabalho, tendo-se em consideração a redução do desemprego em 0,1 p.p., para 4,1%, no mês de Outubro.