Análise Diária: Títulos do Tesouro colocados na penúltima semana de Novembro reduziram 4%

A análise homóloga revela aumento de 123% no montante de dívida disponibilizado no mercado primário

Por: Banco Atlantico

ESPAÇO ANGOLA

O montante de dívida pública disponibilizada no mercado primário durante a penúltima semana do mês de Novembro fixou-se em 99,7 mil milhões AOA, uma redução de 4% face a semana anterior.

O sector agrícola representa 12% do Produto Interno Bruto actualmente, destacando-se a expectativa de crescimento do sector de 7,3% no ano corrente e 5,9% em 2018.

• O pagamento da taxa de circulação para veículos automóveis, referente ao ano de 2017, deverá ser efectuado ao longo do primeiro trimestre de 2018.

 ESPAÇO INTERNACIONAL

• Alemanha: A taxa de inflação homóloga registou aumento de 0,2 p.p. em Novembro, face ao mês anterior, situando-se em 1,8%.

• França: O crescimento económico apurado ao longo do terceiro trimestre situou-se em 2,2% em comparação ao mesmo período de 2016, o nível mais elevado dos últimos 6 anos.

 VISÃO ATLANTICO

• O total de Bilhetes e Obrigações indexadas disponibilizadas pelo Tesouro Nacional, colocadas no mercado primário pelo Banco Nacional de Angola, fixou-se em 99,7 mil milhões AOA na semana de 20 a 24 de Novembro, que representa uma redução de 4% em relação ao registo de 103,6 mil milhões AOA disponibilizados na semana anterior.

A análise homóloga revela um aumento de 123%, tendo-se em consideração que o montante colocado fixou-se em 44,6 mil milhões AOA ao longo da penúltima semana de Novembro de 2016. • A taxa de inflação da Alemanha registou aumento de 0,3% em Novembro, após não apresentar variação no mês de Outubro. O resultado mensal contribuiu para que a variação homóloga aumentasse de 1,6% em Outubro para 1,8% em Novembro.

O crescimento que tem sido registado nas economias da Zona Euro, associado à redução da taxa de desemprego que passou de 9,1% no primeiro trimestre do ano corrente para 8,9% no terceiro trimestre, têm contribuído para o aumento do consumo externo e interno, bem como para o incremento da confiança do consumidor e do investidor.