MPLA determinado a combater a corrupção

O segundo secretário provincial do MPLA no Huambo, Armando Kapunda, afirmou, Sábado, nesta cidade, que o slogan do partido, “melhorar o que está bem e corrigir o que está mal” tem uma grande interpretação para a organização, significando um compromisso com o povo angolano no sentido de combater a corrupção.

Falando na abertura das jornadas alusivas ao 61º aniversário da fundação do MPLA, a assinalar-se no dia 10 deste mês, encorajou os militantes a obter rendimentos resultantes do seu próprio esforço. Frisou que o partido no poder nunca abandonou o programa de transformar Angola num país próspero, com uma governação eficiente e um Estado forte que garante o bem-estar dos angolanos.

Por isso, o político apelou aos militantes, amigos e simpatizantes no sentido de contribuírem no processo da consolidação da paz e da democracia, para a concretização do desenvolvimento económico, social e cultural. Asseverou que, passados 61 anos sobre a data da fundação do MPLA, o partido continua a afirmar- se como a maior força política do país, com implantação nacional e raízes muito profundas nas massas, o que exige unidade para vencer os próximos desafios.

Durante a sua alocução, Armando Kapunda exortou os quadros a transformar a jornada comemorativa em momentos de meditação sobre a contribuição que cada membro deve prestar para o cumprimento das promessas eleitorais.