Participação feminina longe das provas nacionais

A redução de participantes do género feminino nas provas dos desportos adaptados preocupa o coordenador para o atletismo do Comité Paralimpico Angolano (CPA), José Manuel.

No final da cerimónia de encerramento da Taça Lwini, que teve como palco a cidade de Luanda, fez um balanço positivo da prova de estrada, porque contou com a participação das 18 províncias do país. O responsável lamentou, por outro lado, a fraca participação das senhoras devido às dificuldades financeiras dos clubes nas outras províncias, falta de incentivo por parte dos familiares e governos provinciais locais.

José Manuel frisou que o número do género feminino esteve aquém da edição passada que teve uma cifra considerada de senhoras. O responsável espera que a participação aumente na disputa da taça de Angola, a realizar-se de 15 a 16 do corrrente mês, e também na corrida de fim de ano a 31de Dezembro, que encerra a época desportiva.