Má nutrição aguda preocupa autoridades sanitárias do Lubango

O elevado índice de má nutrição severa em crianças com idade dos 6 meses aos dois anos preocupa as autoridades sanitárias do município do Lubango, particularmente a direcção do  em o Hospital Pediátrico Pioneiro Zeca

POR: João Katombela na Huíla

Segundo Mariana Miguel, directora clínica da maior unidade sanitária virada para o atendimento aos petizes na província da Huíla, só nas últimas 72 horas foi registado um total de 16 casos da doença. “Entre as doenças que mais preocupam a direcção do hospital, além da malária e doenças respiratórias, destacamos a má nutrição aguda-severa, tanto que só nas últimas 72 horas tivemos o registo de 16 casos”, declarou.

No entender de Mariana Miguel, apesar de ser uma cifra aparentemente baixa, a situação é preocupante pelo facto de a mesma ser também uma das causas de morte entre crianças. Durante a realização do balanço das últimas 72 horas, Mariana Miguel ressaltou que a doença é causada pelo desmame precoce a que muitas mães submetem os filhos em idade mamária, pelo facto de elas engravidarem ainda na fase de amamentação.

“A má nutrição é causada pelo desmame precoce dos filhos. Muitas mães acham que quando engravidam durante o período de amamentação devem desmamar o bebé, porque o calor do outro que vem poderá prejudicar o bebé. Isso não é verdade, toda a criança deve mamar o leite materno até aos 2 anos de idade”, recomendou.

De Sexta-feira a Domingo, o Hospital Pediátrico do Lubango registou um total de 339 entradas, das quais 51 casos de doenças diarreicas agudas. Do total de casos, cerca de 159 crianças estão internadas na referida unidade sanitária, entre as quais 13 em estado grave. No período em referência, a directora clínica do Hospital Pediátrico do Lubango, Mariana Miguel, revelou que dos 339 casos registados na unidade sanitária, um óbito foi, infelizmente, registado. Sem adiantar números, a nossa interlocutora revelou que durante as consultas de rotina na Pediatria no Lubango têm-se detectados alguns casos de crianças infectadas com o VIH/SIDA.