Odeth Tavares pede mais ousadia

A antiga capitã da Selecção Nacional sénior feminina de andebol, Odeth Tavares, disse que a equipa tem de ser mais comunicativa e ousada no sector defensivo e ofensivo.

A ex-guarda redes do sete nacional reconhece a Eslovénia, mas acredita que Angola terá uma palavra a dizer no jogo de hoje. A antiga internacional angolana adianta que o grupo está unido por uma causa, por isso as derrotas com a Espanha e a França fazem parte do passado.

A pausa observada ontem, segundo Odeth Tavares, vai permitir o técnico Morten Soubak corrigir algumas falhas no sector defensivo e ofensivo. Na partida de hoje, adiantou que a falta de entrosamento já não será uma realidade, porque cada jogo tem a sua história. “Penso que o técnico já estudou e corrigiu as fraquezas da selecção, por isso vamos entrar com uma nova postura”, disse a antiga internacional angolana.