Chamas deflagram 20 hectares no Parque da Quissama

As causas da ocorrência ainda são desconhecidas. Entretanto, o director do Gabinete de Comunicação Institucional do Ministério do Ambiente, Santos Virgílio, afirmou que o caso já está sob investigação.

Um incêndio de grandes proporções deflagrou esta Terça- feira,5, em 20 hectares do Parque Nacional da Quissama, em Luanda. De acordo com uma nota de imprensa a que OPAÍS teve acesso, a ocorrência deu-se por volta das 14 horas, na área de acesso ao referido parque conhecida como “PAPA1”.

Segundo o director do Gabinete de Comunicação do Ministério do Ambiente, Santos Virgílio após soar o primeiro sinal de alarme, os efectivos do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB) e os tropas da unidade especiais das Forças Armadas Angolanas (FAA) foram chamados a intervir no combate às chamas.

“As chamas foram extintas às 5:00h de Quarta-feira. Nenhuma espécie animal foi afectada”, disse, tendo acrescentado que os trabalhadores do parque também deram o seu apoio e ajudaram a levar avante a operação. Até ao fecho desta edição, ainda eram desconhecidas as causas que deram origem ao incêndio.

Entretanto, Santos Virgílio afirmou que a ocorrência foi denunciada aos órgãos de investigação. Contactado pelo OPAÍS, o Porta-voz do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), Faustino Sebastião, afirmou que a situação está controlada e brevemente serão tornadas públicas mais informações. Localizado a 70 Quilómetros da cidade de Luanda, o parque da Quissama tem extensão de nove mil 960 quilómetros quadrados. Nesta área, estão instalados quatro postos fixos para patrulhamento, que são assegurados por fiscais.