Editorial: A razão de João Melo

João Melo, o ministro da Comunicação Social, disse, no Twitter, que “a decisão mais importante da última reunião do Bureau Político do MPLA é a de apoiar sem reservas o PR João Lourenço, para que ele possa continuar a melhorar o que está bem e a corrigir o que está mal.

Ele foi eleito para isso. A sociedade está cada vez mais com ele”. João Melo está coberto de razão, sobretudo depois de muita gente ter gasto tinta a escrever sobre uma suposta clivagem entre a Cidade Alta e a Maianga.

Na verdade, ainda que muitos problemas existissem, a realidade diz que João Lourenço foi eleito como cabeça de lista do MPLA e precisa do MPLA para governar, tal como o MPLA precisa de um bom desempenho de João Lourenço se quer ganhar as eleições autárquicas e as gerais de 2022.

Basta isso para se perceber que a ruptura cantada cá fora não faz muito sentido, a não ser que o partido tivesse subitamente sido tomado por um surto de tendência suicida.