Matimba Produções apresenta hoje novo EP de Kelly Silva

O cantor angolano que mais se reinventa volta hoje aos discos, às 20 horas, no Club Champanhe, no distrito do Benfica, município de Talatona.

POR: Valquíria Martins

No lançamento do seu novo EP, logo mais, Kelly Silva vai contar com a participação de convidados como Cristo, Yola Semedo, As Africanas, Zé Maria e Nilda Katumbela. Ao que soube este jornal, Kelly Siva aposta, desta vez, em Vários ritmos dançantes, como a kizomba, Zouck e Rock.

Em entrevista a OPAÍS, o autor do grande sucesso “5 minutos”, disse que o seu novo EP traz grandes surpresas, sem, contudo, desviar-se da sua linha principal, que é de cantar o amor. Com este trabalho, o músico pretende também comemorar os seus 24 anos de carreira, assinalados este ano. “Pretendo aproveitar a presença dos amigos na apresentação do EP para celebrar mais um aniversário, conforme aconteceu com a família”.

Novo disco

O “romântico”, como é conhecido por muitos angolanos, afirmou já ter preparado para Fevereiro de 2018 o seu próximo álbum, catorze faixas musicais. Kelly Silva avançou ainda que o seu novo CD, que será lançado no próximo ano, tem participações das cantoras brasileiras Annita e Ludmila, tidas como referências do estilo musical Fank no Brasil. Sem avançar muito sobre o novo álbum, disse que o público terá muitas surpresas “com o renascer do novo Kelly”.

Outros Projectos

O artista desenvolve há dois anos o projecto denominado “Eu amo a minha banda”, com o objectivo de passar por todos os municípios do país. O projecto visa juntar artistas angolanos para levar música ao interior do país, de forma a arrecadar valores monetários que, depois, são doados a escolas carenciadas. Kelly Silva afirmou que o projecto “Eu amo a minha banda” já passou por cinquenta municípios do país, tendo entregue os bens e dinheiro arrecadados aos mais desfavorecidos.

Perfil
Kelly Melo da Silva nasceu a 22 de Novembro de 1980, na província de Luanda. É licenciado em Direito pela Universidade Independente de Angola. Kelly Silva, de 37 anos, é comummente definido como músico romântico. Descobriu a paixão pela música ainda na década de 1990, com um grupo de amigos, Arnaldo, Fernando Pires, pianista, Detinha, Zurai Pote e Sandra, que juntos formaram a banda ‘Kelly e Arnaldo’Consta que durante a sua afirmação no mercado angolano foi criticado pela família devido ao estilo musical que cantava.