loader

Armando Scoott apresenta exposição “Coisas de Preto”

O artista plástico Armando Scoott apresenta a sua mais recente exposição “Coisas de Preto”, em acto a decorrer na Galeria Hall, de Lima Pimentel, em Luanda, às 18 horas.

POR: Valquíria Martins

O sugestivo título da exposição, que estará patente a partir de hoje até 5 de Janeiro de 2018, segundo o artista, é uma chamada de atenção para reprovar um acto recente de racismo protagonizado por um jornalista brasileiro que se encontrava nos Estados Unidos da América (EUA) em serviço.

O referido jornalista, cujo nome não é citado na exposição, irritou-se com o som ensurdecedor de uma buzina, num local público, e, seguidamente virou-se para o seu colega ao lado dizendo que tratava-se de “Coisas de Preto”, pelo facto deste episódio ter sido protagonizado por um cidadão de raça negra.

Sem saber que estava a ser gravado, o vídeo tornou-se viral e milhares de pessoas manifestaram- se contra o comentário racista, explicou o jovem artista radicado em Portugal. Inúmeras figuras públicas usaram as suas contas nas redes sociais para responder ao jornalista, afirmando que negro também é humano, e merece todo o respeito como qualquer outro.

Armando Scoott disse que o objectivo da exposição é reflectir sobre os constantes actos racistas que as pessoas têm enfrentado em todo o mundo. Antes desta amostra, o artista, este ano, expôs as suas obras no Museu de Louvre, em França, tendo sido premiado. Além de Portugal, onde reside, as suas obras já estiveram patentes em vários países da Europa, Ásia e América.

Sobre o artista plástico

Armando Scoott nasceu em Luanda, em 1990. É formado pela Direcção Nacional de Formação Artística (DINFA), em Luanda. Conta ainda com outras formações no Campo das Artes Plástica em Angola e em Portugal.

As suas paixões assumem-se sem rodeios nas áreas das artes, moda, arquitectura, cinema e publicidade, em que as artes plásticas (pintura) ocupam especial destaque, tendo conquistado já 14 prémios em distintas áreas.

Últimas Notícias