loader

Viaduto do camama aberto à circulação rodoviária

O director do Instituto Nacional de estradas de Angola (INeA), António Resende garantiu que todo o troço do Calemba 2 que actualmente se encontra degradado será brevemente reabilitado

Por: Neusa Filipe

O viaduto do Camama, inaugurado ontem, pelo Presidente da República, João Lourenço, vai melhorar a circulação rodoviária que dá acesso ao bairro Golfe 2, ao município de Viana e à Via Expresso. Com uma capacidade para receber um tráfego de nove mil viaturas por hora, o viaduto do Camama, desde ontem aberto, numa cerimónia em que o corte de fita foi procedido pelo Presidente da República, João Lourenço, perfaz um total de seis nós viários construídos este ano, com a finalidade de melhorar a circulação rodoviária na capital do país, Luanda.

O viaduto, que liga a Via Expresso à avenida Pedro de Castro VanDúnem Loy, é uma estrutura composta por um tabuleiro central de 493,7 metros de comprimento e 25 de largura, com 11 metros de cada lado e 1,5 de berma. Na ocasião, o ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida, referiu que a obra, que teve a duração de oito meses, serve para melhorar e tornar mais segura a circulação automóvel naquela circunscrição.

Relativamente à situação da reabilitação da estrada do Calemba 2, o director do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), António Resende, explicou que já foram assinados os contratos para dar o arranque às obras naquele troço que actualmente tem suscitado várias reclamações por parte dos utentes.

António Resende fez saber que os referidos contratos encontram-se já no Tribunal de Contas para o visto preventivo e posteriormente para activar o financiamento. Referiu tratar-se de uma obra inserida na linha de crédito da China. “Nós já temos os contratos assinados.

Nesse momento eles estão em conformação administrativa e encontram-se no Tribunal de Contas para o visto preventivo, e logo a seguir activar o financiamento, porque é uma obra que foi inserida na linha de crédito da China, e, assim que todas as condições forem criadas, nós arrancaremos com a obra, e num prazo de 18 meses concluiremos esse troço também”, prometeu.

Avançou que será uma obra de padrão semelhante ao já existente nas vias que ligam o município de Viana ao Ginga Cristina, com duas pistas e três faixas de rodagem em cada sentido.

Reabilitação do Hospital Sanatório prevista para março de 2018

O Presidente da República, João Lourenço, visitou, ontem, o Hospital Sanatório de Luanda, localizado no bairro Palanca, município do Kilamba Kiaxi, especializado no tratamento de doentes com tuberculose.

O Presidente da República percorreu o Hospital numa visita guiada que durou cerca de 30 minutos, tendo constatado as dificuldades que se vivem naquela unidade sanitária. A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, informou, em declarações à imprensa, que a partir do terceiro trimestre do ano de 2018 poderão ter início as obras de reabilitação e de expansão do hospital que actualmente encontra-se em situação bastante crítica.

O Hospital Sanatório possui capacidade para 250 camas, porém, sob regime de internamento, tem actualmente mais de 290 pacientes, 90% dos quais padecem de tuberculose.

Últimas Notícias