loader

Modelo Lauren Wasser tem de amputar a segunda perna

Modelo sofreu a primeira amputação devido à Síndrome do Choque Tóxico, ligada ao uso de tampões.

A modelo norte-americana Lauren Wasser, que há cinco anos perdeu uma perna devido a uma condição chamada Síndrome do Choque Tóxico (SCT), terá de amputar a outra perna também, disse a modelo ao jornal Washington Post. Wasser sofreu a primeira amputação quando tinha 24 anos, por causa de uma síndrome muito pouco frequente, mas grave e que pode mesmo ser mortal, causada por toxinas produzidas pela bactéria Straphylococcus aureus.

Uma parte significativa dos casos de SCT, como o dela, está associada ao uso de tampões e Wasser tem dedicado os últimos anos a alertar para esse risco. Há cinco anos, a modelo esteve em risco de vida, tendo sofrido um ataque cardíaco e passado vários dias em coma induzido. Perdeu a perna direita devido a complicações da síndrome e alguns dedos do pé esquerdo. Segundo disse ao Post, passados cinco anos ainda tem “dores excruciantes” todos os dias e está a preparar-se para amputar a perna esquerda nos próximos meses.

Depois de ter passado muito tempo em depressão, na sequência da amputação, Wasser tem usado a sua experiência para alertar outras mulheres para o risco da SCT. Tem-se batido também por uma melhor legislação sobre este tema, nos Estados Unidos. As investigações neste campo não estão aprofundadas e não se sabe ao certo se o material utilizado actualmente no fabrico de tampões contribui para a produção de toxinas que causam a SCT.

A modelo Lauren Wasser diz numa publicação da revista online InStyle que inevitavelmente, daqui a uns meses, a perna que lhe resta terá de ser amputada, acrescentando que nada pode fazer quanto a isso. “Tenho dores todos os dias. Tenho uma perna de ouro da qual tenho imenso orgulho, mas o meu pé esquerdo tem uma úlcera, não tenho calcanhar nem dedos no pé”, contou Lauren.Este é o resultado de uma luta de quase seis anos para salvar a perna esquerda. Apesar dos esforços, a doença apoderou- se do seu membro inferior e parece não haver volta a dar.

Sobre a doença

A Síndrome do Choque Tóxico (SCT) é uma doença pouco frequente, causada por toxinas produzidas pela bactéria Straphylococcus aureus. Esta bactéria encontra- se naturalmente no corpo humano, em locais como a pele, nariz, axilas, virilhas e vagina. A doença pode afectar não só mulheres, mas também homens e crianças. Há diversos factores que podem provocar o desenvolvimento desta doença e a utilização dos tampões é um deles.

O que acontece, segundo investigações realizadas, é que o risco de contrair SCT menstrual é tanto maior quanto maior for o grau de absorção do tampão, razão pela qual as mulheres são aconselhadas a utilizar os tampões adequados ao seu fluxo menstrual. Segundo estudos publicados, a doença tem vindo a diminuir ao longo dos anos: em cada 100 mil mulheres que utilizam tampões, três a quatro contraem a doença. As informações fornecidas pelas empresas que produzem tampões e outros produtos de higiene feminina indicam que, anualmente, em cada 100 mil mulheres com a menstruação, entre uma a 17 contraem a doença.

Últimas Notícias