loader

Carmo Neto anuncia o regresso do Prémio Literário Cidade de Luanda

No próximo ano, a União dos Escritores Angolanos (UEA) pretende revitalizar o Prémio Literário Cidade de Luanda, e terá um programa na Televisão Pública de Angola(TPA), denominado“ Palavra & Oficina”

POR: Augusto Nunes

Esta informação foi prestada ontem, pelo secretário-geral desta instituição, Carmo Neto, quando fazia o balanço das actividades desenvolvidas ao longo deste ano. Em entrevista aO PAÍS, o responsável destacou os debates “Maka à Quarta-feira”, e a promoção da literatura angolana no exterior do país, como sendo as realizações mais marcantes. Dentre os debates promovidos pela “União”, salientam-se a vida e obra dos escritores Agostinho Neto, Manuel Rui Monteiro, Manuel dos Santos Lima, entre outros.

Além destas actividades, a União dos Escritores Angolanos realizou e premiou os vencedores do concurso literário infantil” Quem Me Dera Ser Onda”, em Julho, em Ndalatando, capital da província do Cuanza Norte. Foram vencedores deste prémio, o representante da província do Zaire, em primeiro lugar, sendo que a segunda e terceira posições foram ocupadas pelos concorrentes da província anfitriã.

Este concurso destina-se a alunos dos 13 aos 17 anos. Ainda este ano, A UEA em colaboração com o Círculo de Estudantes Literários e Linguísticos(CELL), realizaram um curso de língua portuguesa e literatura angolana, cujo término está previsto para fim de Janeiro do próximo ano. No rol de actividades desenvolvidas este ano, segundo Carmo Neto, foram editadas obras de escritores angolanos, em Portugal e no Brasil, que brevemente chegarão a Angola.

Promoção

No quadro da promoção da literatura no exterior do país, a União dos Escritores Angolanos participou em vários debates sobre literatura em Portugal e na Itália. Em Portugal, A UEA participou em debates na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, enquanto que na Universidade da Itália foi representada pelo académico angolano Manuel Mwanza, por um período de dois meses, onde ensinou literatura angolana. Segundo Carmo Neto, antes, esteve também a leccionar na mesma universidade, o académico António Quino, no âmbito de um acordo entre a referida universidade e a Fundação António Agostinho Neto(FAAN). Para o próximo ano, será enviado o escritor José Luís Mendonça, que fará o mesmo trabalho que os seus antecessores, informou a fonte.

Perspectivas

Segundo Carmo Neto, está em curso a negociação com uma Cátedra sobre os estudos literários numa Universidade do Brasil, devendo os mesmos iniciarem em 2018. O responsável anunciou ainda a revitalização do Prémio Literário Cidade de Luanda, no próximo ano, tendo lamentando, por outro lado, a suspensão do Prémio Sonangol de Literatura. Ainda em 2018, segundo Carmo Neto, a União dos Escritores Angolanos terá um programa sobre literatura na grelha da Televisão Pública de Angola (TPA), designado “Palavra & Oficina”. Carmo Neto disse ter garantia da vinda ao país, no próximo ano, do escritor congolês Wilfried N´Sondé, para o lançamento da obra literária “Um Oceano, Dois Mares, Três Continentes”. É um romance histórico que faz uma abordagem sobre o Reino do Kongo e o 1º Bispo Angolano no Vaticano, entre outros assuntos. O escritor realçou ainda que estão a encetar contactos para a realização no país de uma Mesa Redonda sobre a Promoção do Livro e da Literatura.

Últimas Notícias