loader

Editorial: Falar economia para governar

O Governo apresenta esta tarde, em Luanda, as linhas Gerais do Programa de Estabilização Macroeconómica (PEM), aprovado pelo Conselho de Ministros na sua mais recente sessão, concretamente no passado dia 27 de Dezembro.

Ou seja, ficamos hoje a saber o que realmente nos espera em termos económicos e sociais. E é bem provável que se levante o véu sobre possíveis mexidas na questão monetária, mormente a taxa de câmbio do Kwanza, não referenciada na proposta de Orçamento Geral do Estado. É bom que o Governo comunique, bem e muito, porque vai precisar de dialogar com os cidadãos, as medidas necessárias para a estabilização macroeconómica do país e as que devem criar condições para a geração de riqueza não são fáceis.

O momento é para seguir em frente, não há recuo possível, as expectativas são muitas, o país está mobilizável, será, no entanto, realizador? Este é o grande desafio do Executivo, criar condições e fazer com que a nossa economia realize, crie riqueza e empregos. Tudo isto começa a ser explicado hoje. Que o povo entenda e concorde.

Últimas Notícias