loader

Jornadas da juventude no Lubango com mais de 2000 participantes

Sob a égide do secretariado arquidiocesano da pastoral Juvenil (sapJ), o evento terá lugar entre os dias 24 e 28 de Janeiro na província eclesial do Lubango

Por: João Katombela, na Huíla

As primeiras jornadas Arquidiocesanas da Juventude Católica vão congregar mais de dois mil jovens vindos dos 14 municípios que compõem a província da Huíla. O encontro, que terá a duração de quatro dias, será realizado na cidade do Lubango. Sob a égide do Secretariado Arquidiocesano da Pastoral Juvenil (SAPJ).

O evento, que decorrerá entre os dias 24 e 28 deste mês, na província eclesial do Lubango, tem, entre vários objectivos, o de despertar o interesse pelas vocações, reavivar a consciência da juventude para os valores religiosos, morais, cívicos e culturais. Durante uma conferência de imprensa decorrida na paróquia de São José, o director do Secretariado Arquidiocesano da Pastoral Juvenil, padre Celino Ndulo, disse que as primeiras Jornadas Arquidiocesanas da Juventude (JAJ) são o protótipo da Jornada Mundial da Juventude.

“A JAJ Lubango 2018 será uma oportunidade de vivenciar a experiência da Jornada Mundial da Juventude a nível local em torno do arcebispo, para enriquecer a experiencia juvenil das paróquias, unir forças para o serviço comum da juventude, impulsionar a juventude a uma acção mais concreta, celebrar a pluralidade de carismas e espiritualidades votados para a juventude, despertar o interesse pelas vocações sacerdotais, matrimoniais, religiosas e promovendo assim a articulação dos grupos, movimentos e associações juvenis”, disse.

Durante os quatro dias, as Jornadas Arquidiocesana da Juventude Católica vão decorrer sob o lema “Jovens e Fé Recebida”. Entre os vários assuntos que serão abordados pelos jovens católicos, destacam-se “O encontro com Jesus Cristo”, “Amor à Igreja na pessoa do Papa e escuta de sua palavra”, “Vivência da universalidade e comunhão da igreja”; e “Os jovens protagonistas da nova evangelização e da construção da civilização do amor”.

Até ao momento, já foram escritos um total de 400 jovens das vigararias de Quipungo, Caluquembe e Lubango, que compreendem as paróquias do Kuvango, Jamba, Sendi, Chicomba, Caluquembe, Negola, Missão do Cola, Humpata, Cacula, Quilengues e Lubango. Para o êxito da referida actividade, o padre Celino Ndulo garantiu que já estão todas as condições criadas, sobretudo o asseguramento policial e o sanitário.

“Neste momento temos todas as condições já criadas, com a colaboração dos nossos parceiros, que são a Policia Nacional, os Bombeiros, o Instituto Nacional de Emergências Medicas e a Administração do Lubango”, esclareceu.

O sacerdote acrescentou que, para além dos jovens da Arquidiocese do Lubango, o certame vai contar igualmente com a participação de jovens das dioceses do Cunene e do Namibe.

Últimas Notícias