loader

SIC regista redução de crimes em 2017 no Bengo

A instituição alega que a o trabalho desenvolvido em parceria com os demais órgãos do Ministério do Interior no Bengo contribuiu para esse êxito.

O director do Serviço de Investigação Criminal ( SIC) no Bengo, superintendente- chefe João Borges, afirmou ontem, em Caxito, que ao longo do ano 2017 a instituição registou mil e 109 crimes de natureza diversa. De acordo com o responsável, que discursava na abertura do 1º Conselho Consultivo Alargado do SIC/Bengo, esse dado representa uma redução de 104 crimes nas estatísticas comparativamente ao ano de 2016. Dos delitos registados em 2017, mil e 103 foram esclarecidos e resultaram na prisão preventiva de 941 cidadãos implicados.

O oficial superior da corporação disse que na vertente económica o SIC detectou 184 infracções simples em 146 visitas de fiscalização efectuadas em diversos estabelecimentos comerciais e prestações de serviços mercantis da província, tendo sido aplicadas 120 multas.João Borges declarou ainda que no domínio do enfrentamento, efectuaram em toda a extensão da província do Bengo 336 micro-operações que resultaram em apreensões e recuperações de mais de 11 viaturas, 19 motorizadas e 58 armas de fogo de marcas e tipos diversos.

Foram igualmente apreendidos 903,409 quilogramas de cannabis, 355 plantas de cannabis (vulgo liamba), 25,6 gramas de cocaína e diversos electrodomésticos. No domínio da instrução processual, foram instruídos e concluídos 1.271 processos, 902 dos quais foram remetidos a juízo (190 com presos e 712 sem arguidos presos), 27 a outras unidades, 43 aguardam por provas e 299 processos foram arquivados. Reconheceu o trabalho feito em coordenação com os demais órgãos do Ministério do Interior no Bengo, na lealdade, simplicidade e entrega para o alcance de êxitos nas acções planificadas pelo órgão.

Últimas Notícias