loader

Carta do leitor: Fumo no ar

Caríssimo director do jornal OPAÍS, desejo-lhe um óptimo dia. Já agora, agradeço-lhe muito pela oportunidade que me deu para poder dar o meu parecer sobre uma situação que está a me deixar muito intrigada. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo de tabaco é uma das maiores causas de morte no mundo.

POR: Joice Karina

Cerca de um milhão, 16 por cento da população adulta em Angola e um por cento do sexo feminino, consome activamente tabaco. O tabaco é uma ameaça para todos. Agrava a pobreza, reduz a produtividade económica, afecta negativamente a escolha dos alimentos consumidos nas residências e polui o ar em ambientes fechados.

Numa época em que a crise se agrava, a frustração também aumenta, criar campanhas de sensibilização a todas as camadas, principalmente a mais jovem, a não cursar por este caminho. Promover marchas em prol da causa que é acabar com este mal que hoje é a sétima maior causa de morte em redor do mundo por meio das doenças que causa como cáncer nos pulmões. Essas não devem ser realizadas apenas no dia 31 de Maio, o conhecido Dia Mundial Sem Tabaco, ou no dia 17 de Novembro, no Dia Mundial do Não Fumador, devem ser realizadas sempre.

Os hotéis, restaurantes, discotecas e outros lugares públicos devem criar sítios próprios para os fumadores porque o tabaco não só faz mal a quem fuma, mas é ainda mais perigoso para quem fica ao lado de pessoas que fumam. Não podemos aceitar que as pessoas fumem para resolver problemas, os problemas existem e convivem com as pessoas, toda e qualquer pessoa que procura um alívio do problema no cigarro devia saber que não é a melhor solução!

Últimas Notícias