loader

Funcionária do BPC envolvida no furto de 16 milhões de Kz

Gizela Freitas, balconista do Banco de Poupança de Crédito (BPC), agência do Miramar, está a ser acusada do furto de 6 milhões de Kuanzas, surripiados na conta de um cidadão mediante um esquema de falsificação de documentos.

A funcionária bancária disse ter lançado um cartão multicaixa a pedido de um amigo no dia 21 de Dezembro de 2017. A rede inclui outros três elementos , sendo que um deles tinha como função entrar na conta de diversos clientes mediante uma cópia de Bilhete de Identidade e número da conta em qualquer ponto do país.

Na mesma senda, foram também detidos outros grupos de marginais envolvidos no mesmo esquema num outro banco localizado na Zona Económica Especial Luanda-Viana. No total, o valor roubado nos dois bancos está avaliado em Kz 16 milhões.

Últimas Notícias