loader

Trump diz que comentário sobre Kim Jong-Un foi citado com erro

O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump acusou, neste Domingo, o jornal The Wall Street Journal de não ter publicado correctamente uma frase sua sobre a relação com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un. “Provavelmente, eu tenho uma relação muito boa com Kim Jong- Un”, disse Trump, segundo o jornal, numa entrevista na Quintafeira, se recusando a confirmar se os dois teriam falado.

Mas a Casa Branca afirma que Trump disse a frase na condicional. Neste Domingo, o Presidente reafirmou isso pelo Twitter. “Obviamente eu não disse isso. Eu disse ‘eu teria uma relação boa com Kim Jong-Un’, tem muita diferença. Felizmente, agora nós gravamos as conversas com os repórteres”, twitou.

“E eles sabem exactamente o que eu disse e quis dizer. Só queriam ter uma matéria. Fake news!”. Tanto a Casa Branca quanto o Wall Street Journal publicaram o áudio dos comentários de Trump no Twitter. O Governo tinha negado e corrigido, no Sábado, a citação atribuída a Trump, que sugeria que ele tinha contacto com o líder nortecoreano. A porta-voz da presidência, Sarah Sanders, afirmou, por meio de um meme no Twitter, que Trump foi citado incorrectamente.

“O Presidente Trump disse: ‘Provavelmente teria uma relação muito boa com Kim Jong-Un da Coreia de Norte’. Teria! Teria! Teria!”, diz o post na rede social, que simula uma capa do jornal com um destaque em vermelho dizendo “fake news”. Washington e Pyongyang se enfrentam acerca dos programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte, que poderiam ser usados para atacar os Estados Unidos e seus aliados. Trump repetidamente insultou o líder norte-coreano, descrevendo- o como um louco e chamandoo de “homem do foguete”.

Últimas Notícias