loader

Angola defronta Burkina Faso na cidade de Agadir

A Selecção Nacional defronta hoje o Burkina Faso, em partida a contar para a primeira jornada do grupo D do CHAN, que decorre em Marrocos, às 17:30. Na cidade de Agadir, aos Palancas Negras resta apenas fazer um resultado que não comprometa a passagem à outra fase. Por este facto, a equipa angolana teve uma preparação à altura em Luanda e no palco da competição, segundo a equipa técnica. Os Palancas Negras realizaram um jogo amistoso com a Guiné Conacry, sendo que venceram por uma bola a zero.

Por: Mário silva

O avançado do Petro de Luanda, Job, foi o autor do único golo dos Palancas Negras na cidade de Agadir. O técnico aproveitou corrigir algumas falhas em todos os sectores, porque sabe que o Burkina Faso tem argumentos técnicos e tácticos para se impor. Num passado recente, os burquinabes chegaram a Luanda e venceram os angolanos no Estádio 11 de Novembro. Com uma selecção jovem, cilindraram os angolanos por 3-1,numa partida em que os Palancas Negras apareceram sem os desdobramentos de outros tempos.

Antes de partir para o palco da competição, a equipa técnica da Selecção Nacional criou condições para estudar os seus adversários no grupo. Como é evidente, o Burkina Faso não fugiu à regra, porque está “repleta” de talentos nos três sectores que compõem a sua equipa. No ranking da FIFA, Angola ocupa a 141ª posição, ao passo que os burquinabes estão na 44ª, mas é ponto assente que os lugares não jogam. Por isso, Angola tem a obrigação de mostrar que está a dar passos para sair do marasmo em que se encontra. No mesmo grupo, os Camarões recebem o Congo Brazzaville, às 19:30. Com estatuto de campeão, os camaroneses querem começar com o pé direito.

Burquinabes baptizam Srdjan Vasiljevic

O sérvio Srdjan Vasiljevic, trigésimo treinador dos Palancas Negras, vai ser baptizado hoje na cidade de Agadir, quando defrontar o Burkina Faso. Apesar de ser uma prova difícil, o novo treinador da Selecção Nacional está confiante, por isso preparou- se para os desafios da prova. Antes de partir para o palco da competição, disse que a equipa sabe o que fazer e elogiou a forma como a Federação Angolana de Futebol (FAF) criou condições de trabalho recomendadas. “Vamos ao CHAN para fazer bons resultados”, apontou o técnico dos Palancas Negras. Sdjan Vasiljevic referiu também que os atletas estão motivados, uma vez que o objectivo na prova é comum. Deste modo, a preparação vai dar resposta aos objectivos definidos pela FAF em Luanda.

Últimas Notícias