loader

Na bancada, sem pipocas

A Federação Angolana de Futebol (FAF) resolveu tirar-nos o jogo do “tira-teimas”, que é o da supertaça. Agora fico sem saber se o melhor clube é mesmo o Primeiro de Agosto ou se é o Petro de Luanda. É uma pena…

POR: José Kaliengue

O que está em causa é a adequação do calendário futebolístico nacional ao dos outros países africanos. Ena, viva, vamos ser africanos! Ao menos no futebol. Já fazia falta. Oh não, não será apenas no futebol.

O calendário indicativo aprovado pelos homens do futebol põe as equipas a disputar dois jogos por semana. Isso seria fantástico se tivéssemos um bom futebol, se o soubéssemos explorar em termos de propaganda, bilheteira, publicidade, etc. Seria fantástico. Mas o que me preocupa mais são coisas extra-futebol: as estradas estão … não estão.

As viagens aéreas, com a sofreguidão sádica com que os voos são cancelados, ou a Federação aceita que o campeonato será prolongado para jogos de acerto de calendário, ou se deve assumir que alguns clubes fecharão o campeonato com jogos em atraso. Estou na bancada, mas não quero pipocas.

Últimas Notícias