loader

Fernando Fallé assume Académica de Luanda

O treinador português Fernando Fallé vai substitui no comando técnico dos “estudantes” de Luanda, campeões nacionais de hóquei em patins, o brasileiro Jurandir da Silva “Didi”.

POR: Mário Silva

A direcção da Académica de Luanda apresenta hoje em conferência de imprensa, Fernando Fallé, como novo treinador da equipa sénior masculina de hóquei em patins, no Pavilhão do Dream Space, no município de Viana, Kikuxi, às 13:00. Segundo o director-geral do clube, Maninho Cabral, o timoneiro portugas Fernando Fallé vai substituir o brasileiro Jurandir da Silva “Didi”, tendo em vista a temporada 2018.

O responsável garantiu que Fernando Fallé fica nos “estudantes” por duas temporadas. Na ocasião, a direcção dos estudantes vai também homenageadas as equipas de juniores e seniores masculinas pela conquista dos respectivos campeonatos nacionais. Deste modo, as duas formações venceram o certame do ano passado, a equipa sénior destronou o título ao 1º de Agosto, ao passo que os juniores receberam o troféu que estava na posse da Casa Pessoal do Porto do Lobito (CPPL). O director-geral assegurou que foram contratados novos hoquistas para reforçar o plantel e na prova que se avizinha vai procurar revalidar o título.

O mesmo interlocutor revelou que a direcção reconhece que não será fácil manter e conquistar o sétimo título do Campeonato Nacional. Por este motivo, é que a direcção apostou no treinador português Fernando Fallé. Em Angola, o “tuga” já treinou o Juventude de Viana, com a qual se sagrou campeão nacional. Ainda hoje, o acto de apresentação contará com a presença de membros da direcção do clube, da Federação Angolana de Patinagem (FAP) e da Associação de Luanda da modalidade.

Nacional de hóquei começa em Março

O Campeonato Nacional de hóquei em patins vai começar no próximo dia 15 de Março. Deste modo, a Académica do Luanda, campeã em título, vai entrar como favorita à conquista do galardão. Ainda assim, os estudantes terão que fazer uma pré-temporada em força, porque os seus directos concorrentes também estão a trabalhar para erguer o troféu. Por outro, o 1º de Agosto, vice-campeão, vai trabalhar para resgatar o título do Campeonato Nacional perdido na edição passada. Petro de Luanda, Marinha de Guerra, Juventude de Viana são equipas que no próximo certame também terão uma palavra a dizer, porque na época passada já deram sinais de evolução competitiva.

Últimas Notícias