loader

JGM do Huambo apto para “atacar” o Girabola Zap

Na primeira jornada do Campeonato Nacional, a equipa do Planalto Central recebe Sábado o Bravos do Maquis do Moxico, às 15:00.

POR: Mário Silva

O presidente do JGM do Huambo, Jorge Gonçalves Mangrinha, revelou ontem a O PAÍS que a sua equipa está apta para começar o Girabola Zap, Campeonato Nacional, com uma vitória, no Sábado, diante do Bravos do Maquis do Moxico, no Estádio do Ferrovia, às 15:00. Deste modo, o responsável da equipa do Planalto Central explicou que os trabalhos de preparação estão a decorrer como o treinador Águas da Silva e os seus adjuntos projectaram.

Jorge Gonçalves Mangrinha reconheceu que as dificuldades financeiras que estão a viver podem ‘beliscar’ o objectivo, que passa pela permanência do clube na primeira divisão do Campeonato Nacional. Assim, o proprietário do emblema garantiu que o clube vai utilizar o pouco que tem para terminar a competição pela segunda vez consecutiva. “Para esta empreitada não contamos com o patrocínio de nenhuma empresa local, nem do Governo Provincial, diferente por exemplo do adversário que vamos defrontar na ronda de abertura, que tem patrocinador identificado”, comparou o interlocutor.

Clube sofre “sangria”

O dirigente revelou que o JGM perdeu mais de nove jogadores, sendo que o 1º de Maio de Benguela fica com cinco, ao passo que quatro foram para o Recreativo da Caála, os dois clubes apresentaram melhores propostas para os atletas. “É uma questão compreensível, porque os jogadores têm famílias e estão à procura de melhores condições de vida”, disse. Por este motivo, Jorge Gonçalves Mangrinha avançou que a equipa promoveu alguns juniores para o escalão de seniores e também contou com atletas que já representaram outros clubes no país. Na temporada passada, o JGM terminou a prova na 14ª posição com 30 pontos, menos três que o Bravo do Maquis no 11º posto. Por sua vez, os maquisardes estão motivados para começar com vitória, porque realizaram um estágio a bom nível. Segundo fontes deste jornal, a equipa treinada por Zeca Amaral tem como meta superar o 11º lugar conquistado na edição passada. Para isso, a mesma fonte revelou que a equipa reforçou os três sectores.

Últimas Notícias