1º de Agosto despacha campeão do Zimbabwe

Depois de vencer, ontem, o Plantinum do Zimbabwe por três bolas sem resposta, os militares começam, hoje, a preparar o jogo resposta agendado para dia 21 deste mês.

POR: Isandra Capita

Com golos de Mongo aos sete minutos, Jacques aos 53’ e 62’, o 1º de Agosto venceu, 3-0, ontem o Plantinum do Zimbabwe no Estádio 11 de Novembro, em partida referente à primeira mão das eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Africanos. Com esta vantagem, os militares partem para o jogo de resposta, no dia 21 deste mês, com alguma tranquilidade. Ainda assim, a equipa técnica terá que fazer bem o trabalho de campo sobre o adversário, porque este demostrou que não é uma ‘pera doce’.

Aliás, o campeão zimbabweano tem jogadores com qualidade técnica e táctica acima da média e podem perigar as aspirações dos militares no seu reduto. Durante a partida, a formação do RI-20 entrou determinada a conquistar a vitória, tendo no primeiro quarto de hora inaugurado o placar. Depois dos quinze minutos, o adversário equilibrou o encontro, porque apercebeu que toda jogada ofensiva dos militares passava por Geraldo e Mongo. Deste modo, a equipa técnica do Plantinum pediu aos seus médios defensivos marcação cerrada aos atletas do 1º de Agosto supracitados.

Ainda assim, a equipa central das Forças Armadas Angolanas foi ao intervalo a vencer por uma bola sem resposta. No reatamento da partida, o treinador da turma visitante fez alteração táctica com o objectivo de chegar ao tento da igualdade. Mas, o clube de Zoran Maki soube tirar proveito da entrada de Nelson da Luz para o lugar o médio Gogoró. Por este facto, os militares se superiorizaram perante ao adversário, o que permitiu fixar o resultado em três bolas a zero.

Voz dos treinadores

O técnico-adjunto do 1º de Agosto, Ivo Traça, felicitou os seus jogadores pelo triunfo conseguido. “Estamos a defender mal, por isso temos que trabalhar muito no sector defensivo”, reconheceu. Por outro lado, o treinador do Plantinum, Norman Mapeza, disse que sofreram cedo o golo, mas a equipa soube reagir. “Acreditamos que é possível virar o resultado em nossa casa”, garantiu.

Mongo e Jacques brilham com as cores dos militares

O médio ofensivo Mongo e o avançado Jacques tiveram, ontem, em destaque na vitória do 1º de Agosto diante do Plantinum por três bolas a zero. Os ex-jogadores do Kabuscorp do Palanca tiveram uma estreia de encher os olhos para quem assistiu ao jogo. Os dois foram os autores dos golos. O médio Mongo foi bastante aplaudido pelos adeptos e sócios da equipa central das Forças Armadas quando deu o lugar ao médio ofensivo Buá no Estádio 11 de Novembro. Já o avançado Jacques não foi diferente assim que terminou os noventa minutos regulamentares do desafio.