loader

Tony do Fumo Filho “Pretendia afirmar-me no mercado antes de lançar o meu primeiro disco”

O músico Tony do Fumo Júnior pretende lançar o seu primeiro trabalho discográfico, que comportará por temas inéditos e do seu falecido pai, mas que por falta de apoio ainda não foi produzido.

POR: Antónia Gonçalo

O artista que começou a cantar com cinco anos, em 1995, afirmou-se no mercado musical em 2004.Actualmente, possui um reportório composto por mais de 20 temas musicais. Em declarações a OPAÍS, disse que a maior parte das músicas são versões do reportório musical do seu falecido pai, Tony do Fumo. Trata-se das musicais “Jingololo”, “Kikola”, “Rumba kalumba”, “Quitandeira” e “Monami”. O artista avançou que antigamente as suas prioridades estavam focadas em se afirmar no mercado musical, estas uma vez concretizadas, pretende lançar o seu primeiro disco.

“Na altura não me achava com potencial para segurar o mercado musical. Era necessário afirmar-me, não que as pessoas olhassem para mim como filho do Tony do Fumo, mas como um artista com talento”, declarou. O músico realçou que apostou no estilo Semba, com o objectivo de incentivar os jovens a cantarem também este estilo. Disse ainda que desde a sua afirmação no marcado musical, tem recebido convite para participar em eventos ao nível nacional e no estrangeiro.

Actividades

Tony do Fumo Filho é o convidado especial do primeiro Musongué da Tradição do ano, que Domingo acontece, realizado mensalmente no Centro Cultural e Recreativo Kilamba, no Distrito Urbano do Rangel. O músico vai apresentar mais de quatro temas músicas, como “Rumba Kalumba”, “Kikola”, “Muenho” e “Monami”, em homenagem ao seu pai. Realçou que “estou a me preparar para apresentar uma boa performance, como tem sido hábito, onde vou apresentar músicas do meu pai”, revelou. Tony do Fumo Filho avançou que foi convidado para participar numa actividade, dia 4 de Abril, em Portugal, assim como numa outra em Moçambique.

O artista referiu que tem participado em eventos com mais regularidade nas províncias de Benguela, Cabinda, Huambo, Namibe e Malanje, assim como em festivais de música africana e dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, através de convites feitos pelas embaixadas e comunidades angolanas que apreciam a sua performance. “Esse é um dos motivos que me faz persistir em cantar este estilo musical. Como dizem os mais velhos, o Semba é o padrão da música angolana”, sublinhou.

Projectos O artista, através da sua produtora musical, Mack Produções fará o lançamento em Março, nas redes sociais, de uma EP, composta por 13 faixas musicais suas e de novos talentos com quem tem trabalhado desde 2013. A produtora tem como objectivo apoiar os novos talentos e apresentá-los ao público. Tony do Fumo Filho realçou que “com este álbum pretendo que as pessoas vejam o talento dos jovens, de modos a apostarem no seu trabalho”.

Perfil

António Pedro Manuel, conhecido no mundo artístico como Tony do Fumo Filho, começou a sua carreira musical em 1995 na Rádio Nacional de Angola, no programa Piô Piô. Desde muito cedo interpreta temas do pai. Devido às circunstâncias vividas decorrentes da perda do pai, em 1991, pela grande voz e espaço que ocupava no mundo musical, amigos e familiares sugeriram que a sua carreira musical não parasse por aí, tendo assim surgido a ideia de apostarem no seu trabalho, de modos também a preservar as raízes familiares.

Últimas Notícias