loader

Angola é o segundo maior fornecedor de petróleo à china

O relatório referente ao mês de Janeiro, publicado recentemente, coloca o país na segunda posição, atrás da Rússia, o maior fornecedor

Rússia e Angola foram os dois principais fornecedores de petróleo à China, tendo colocado neste país mais de 10 milhões de toneladas de um total importado superior a 40 milhões de toneladas, indicam dados das alfândegas chinesas citados pela agência fi nanceira Bloomberg.

A Rússia vendeu à China 5,6 milhões de toneladas de petróleo, liderando a lista dos fornecedores, surgindo em segundo lugar Angola, com 4,6 milhões de toneladas e em terceiro lugar o Iraque, com 4,4 milhões de toneladas. Em Dezembro, os principais fornecedores de petróleo da China foram por ordem de grandeza a Rússia, Arábia Saudita e Angola, com quotas de 15%, 14% e 9%, respectivamente, segundo o Relatório Mensal do Mercado Petrolífero da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) relativo a Janeiro.

O documento refere que as importações chinesas de petróleo caíram 1,1 milhões de barris por dia em Dezembro em termos mensais para 8,0 milhões de barris/ dia, tendo em termos anuais registado uma contracção de 634 mil barris/dia. As importações chinesas de petróleo da Rússia e de Angola caíram em Dezembro 61 mil e 178 mil barris/dia, respectivamente, ao passo que as da Arábia Saudita aumentaram 53 mil barris/dia.

Últimas Notícias