loader

Patrícia Faria e Kristo animam “Farra” em alusão ao dia da Mulher

Os músicos são os protagonistas deste ambiente musical e cultural, visando homenagear todas às mulheres, em particular as angolanas por ocasião de mais um Dia Internacional da Mulher, que se assinala nesta Quinta-feira, 8.

POR: Jorge Fernandes

O acto tem lugar amanhã, 7, no bairro Benfica, zona Sul de Luanda, a partir das 23 horas, numa promoção de Florinda Miranda. Esta, em declarações a OPAÍS, referenciou que em vésperas de um feriado nada melhor que uma celebração à altura. A iniciativa também tem por objectivo congregar as mulheres num ambiente festivo e também de reflexão, pelo facto de a data tornar-se um marco na história da humanidade, devido às lutas empreendidas pelas mulheres nos finais dos séculos XIX e início do século XXI.

Daí, segundo a organizadora, o dia servir para homenagear as bravas guerreiras do outro tempo e as deste tempo, que através das suas conquistas hoje o resto do mundo as beneficia, pois como diz o ditado popular “quem corre por gosto não se cansa” e elas o fizeram para o merecer. Por lado, revelou que apesar destas conquistas em que se pode ver hoje mulheres emancipadas e emponderadas, ainda assim assiste-se mesmo em Angola casos de violência contra a mulher, descriminação assédio e outros males. Por esse facto, apela a todas as mulheres a denunciarem, sempre forem que vítimas de qualquer molestamento sobretudo dos homens, que deviam dar mais carinho, amor, mais oportunidades e mais paciência por tratar-se de um ser mais frágil, embora tenhamos os mesmos direitos.

“A farra”

Quanto à festa, Florinda Mirada, fez saber que haverá vários momentos de lazer e descontração onde a tónica principal é a música sob a responsabilidade de Patrícia Faria e Kristo, acompanhados pelas respectivas bandas. “Vamos ter muitas brincadeiras, animação ao rubro, claro que as senhoras deverão estar acompanhadas das dos seus respectivos companheiros, pois não é uma festa exclusiva para elas, embora sejam a coqueluche do dia. Os companheiros são sempre bem-vindos”, enfatizou.

Os músicos

Patrícia Faria “La Negra Caliente”, como é também conhecida, é detentora de uma voz particular em que se evidencia na cadência do rido Semba, interpretando temas nas línguas nacionais Kimbundu e Umbundu além do Português. O dinamismo em palco é outra característica desta cantora, que tem publicados os álbuns “Emé Kiá” e “Baza Baza”, como cantora a solo depois de se ter desvinculado do grupo Gingas do Maculusso, uma referência incontornável da sua trajectória artística. “Caroço quente”, “Cama e mesa”, “Papa Wa Jimbidila”, “Nzagi”, Tambula ó saia”, “Mumpiozo Uame”, são entre tantos outros, alguns dos seus principais sucessos.

Kristo

O quotidiano luandense sobretudo as problemáticas vividas no seu bairro (Rangel), o amor e tributos à mulher, são às principais referências das composições, deste jovem artista. Com dois álbuns publicados “Astro da minha vida” e “Palavras”, os mesmos comportam vários temas de sucesso, em que que se destacam “Estou de bem com a vida”, “Está a sair sem”, “Ngaxi”, “ Lá na minha banda tem” e o que deu titulo ao seu primeiro trabalho discográfico “ Astro da minha vida”, “Meu bairro”, Mamã Fefa” e outras mais, apresentam-se como os atractivos do repertório que vem apresentando.

Últimas Notícias