loader

Angola Telecom entra no negócio de telefonia móvel

A empresa com capital público tem condições para começar a operar. E se tudo correr bem pode ser ainda este ano, avançou o coordenador da Comissão de Gestão da Angola Telecom, Eduardo Sebastião.

POR: Miguel Kitari

Com duas empresas a operarem no ramo da telefonia móvel, o mercado está aberto a outras iniciativas e assim criar concorrência e influenciar na melhoria da prestação de serviço, quer em termos de preços, quer em termos de qualidade. Neste sentido, uma terceira operadora de telefonia móvel pode começar a operar no país nos próximos dias. Trata-se da estatal Angola Telecom, que já está licenciada pelo Instituto Nacional de Telecomunicações (INACOM).

O coordenador da Comissão de Gestão da empresa, Eduardo Sebastião, revelou que “já recebemos a licença. É possível arrancarmos este serviço ainda este ano”, admitiu. Eduardo Sebastião esclarece que no novo paradigma, as novas licenças agora possuem um caracter universal, permitindo que uma operadora preste serviços de telefonia móvel, fixa e de internet.

“Corte de custos, reorganização dos serviços de cobrança e facturação fazem parte das prioridades. Neste sentido, em alguns serviços, reduzimos cerca de 50% dos custos”, revelou, acrescentando que registaram-se também reduções ao nível das operações, em que foi feito um trabalho de reorganização no domínio do manuseio dos meios. “Os custos de operações baixaram cerca de 40%”, assinalou. Operam na telefonia móvel no país, a Movicel e a Unitel. Entretanto, o mercado é apetecível e muitas operadoras internacionais já manifestaram interesse em intervir no ramo.

Sobre a Angola Telecom

Angola Telecom é uma empresa pública de telecomunicações e multimédia, fundada em 1992, resultante da fusão das empresas estatais Empresa Nacional de Telecomunicações (ENATEL) e a Empresa Pública de Telecomunicações (EPTEL).

Últimas Notícias