loader

Apresentado documentário dedicado aos Sobas de Angola

No documentário, com a duração de 10 minutos, que participam Sobas das províncias de Malanje e Cuanza Sul, visa divulgar os dons e saberes dos dignitários do poder tradicional local.

POR: Antónia Gonçalo

A agência bancária Standard Bank Angola, apresentou ontem, dia 9, à imprensa, o documentário entitulado “A voz da experiência”, dedicado aos Sobas do país, que consta da campanha publicitária institucional do banco. O documentário com duração de 10 minutos, conta com a participação de três Sobas, nomeadamente, Caxinde, do município de Cacuso, província de Malanje, Matilde da cidade da Gabela e José Viegas do município da Quibala, província do Cuanza-Sul.

Ao longo da curta-metragem, os Sobas falam das suas responsabilidades, dos rituais realizados durante o empossamento, dificuldades, projectos agrícolas e assuntos ligados com as novas tecnologias, educação e saúde. A Soba da Gabela, Matilde, no documentário, revela a sua experiência como parteira tradicional, e das suas responsabilidades para com o seu povo. “Ganhei experiência como parteira tradicional, com a minha mãe. Ajudei trazer ao mundo mais de 20 crianças. Quando é oportuno, passo em cada casa dessas crianças para cumprimentar e aconselhá-los, para que cresçam com boa educação”, declarou.

Standard Bank

Segundo a directora de Marketing e Comunicação do Standard Bank Angola, Carolina Vasconcelos, o documentário tem como objectivo evidenciar as semelhanças de conhecimentos e de sabedorias entre os sobas, e a experiência e o conhecimento do Stardand Bank no continente africano. “Esse foi o mote fundamental para a campanha institucional que todos os anos desenvolvemos. Sentimos necessidade de aproveitar esse campo da acção dos sobas, para que o país em que vivemos conheça a sua importância”, justificou a directora de marketing. Carolina Vasconcelos realçou que o levantamento para a elaboração do documentário, com a duração de aproximadamente um ano, permitiu localizar mais de 20 sobas, em várias províncias do país, mas por questões relacionadas com a idade, apenas três mostraram-se disponíveis.

Apesar disso, avançou que é intenção do Standard Bank dar continuidade ao projecto, por se tratar de um trabalho institucional que representa a imagem do banco. “Pretendemos dar continuidade ao projecto durante o ano em curso, continuar a fazer essa pesquisa à volta dos Sobas de Angola, porque gostamos e achamos que esse paralelismo faz todo sentido”, detalhou. A directora de Marketing apontou como dificuldade para a conclusão do projecto, as condições climatéricas, o alojamento e as vias de acesso a determinadas províncias do país. Realçou ainda que “houve buscas intensivas em várias províncias, para encontrar os sobas que representam as comunidades”. Consta que o referido documentário será apresentado ao público a partir do dia 12 do mês em curso, (Segunda-feira), através dos órgãos de difusão massiva (rádios e televisão), nas redes sociais, assim como nas salas de cinema do país.

Outros projectos

O Standard Bank Angola, no âmbito da sua responsabilidade social, tem desenvolvido acções ligadas à saúde e a educação. A agência bancária tem trabalhado com centros de acolhimento, associações de médicos e projectos jovens, que têm como objectivo agregar valor às comunidades. Para o ano em curso, pretendem continuar e intensificar as acções desenvolvidas, com particular atenção na prevenção e tratamento do cancro, em parceria com a Liga Angolana Contra o Cancro.

Últimas Notícias