loader

Carta do leitor: Acaba de me matar

Para mim, foi triste ler a Carta do Leitor na edição de 07.03.2018, sob o título: Que não «acabem se matando» mesmo do senhor acima referenciado.

POR: Gonçalo

Pelo que pude entender, está ao corrente das manifestações que têm acontecido, mas faz-se de desentendido quando olha para a realidade desta pobre sociedade angolana. Os jovens de hoje felizmente já não têm a guerra para matá-los, mas há a fome, as doenças, as bebidas, o desemprego e todos os males que acabam com as perspectivas de futuro do homem. O país hoje abençoa um número muito reduzido de pessoas e deixa a maioria à deriva. A deriva entende? Tente olhar para fora de seu círculo, sensibilize-se. Não critique. Os mais velhos poderiam ter feito mais e melhor para que hoje todos tivéssemos um país melhor, agora simplesmente observe. Os seus conselhos não servem, deixe os jovens se expressarem.

Últimas Notícias