loader

Ciúmes provocam A morte de seis membros da mesma família

Por ter alegadamente encontrado a filha em acto sexual com o namorado na sua própria residência, Honório Muambundo incendiou-a, matando seis pessoas. Quatro das vítimas são crianças menores de 6 anos

POR: Milton Manaça

Honório Muambundo, uma das vítimas, terá incendiado ontem a sua própria residência, localizada no bairro Samakaka, município do Chitato, província da Lunda- Norte, provocando a morte de seis membros da sua família. O incêndio aconteceu por volta das 5h30, quando Honório encontrou a sua filha, Esperança Carolina, em pleno acto sexual com o namorado num dos quartos da casa, segundo revelou a OPAÍS, o porta-voz do Serviço Provincial de Protecção Civil e Bombeiros, José António Lutero.

Insatisfeito, o patriarca da família, que morreu no mesmo incêndio, deslocou-se a uma bomba de combustível situada junto à residência, comprou gasolina em quantidade suficiente para consumar a acção. Ele e mais uma criança de 1 ano de idade, Deva Honório, morreram carbonizados no local, enquanto Isabel de 3 anos, Tomás 4 anos, Alegria de 5 anos, e Carolina de 23 anos, vítimas de queimaduras graves causadas pelas chamas e foram transportados ao Hospital da Centralidade do Mussungue.

Apesar dos cuidados médicos a que foram submetidos, infelizmente, os quatro não resistiram às graves queimaduras e sucumbiram no banco de urgência do mesmo hospital. José Lutero explicou que “o pai encontrou a filha e o namorado em flagrante acto sexual. Ele não gostou dessa atitude e, por isso, causou esse acto repugnante”, referiu o porta-voz dos Bombeiros, tendo acrescentado que nos dados provisórios da corporação ainda não consta a avaliação dos danos materiais. Questionado sobre o paradeiro do suposto namorado de Esperança Carolina, o responsável referiu que o mesmo terá fugido do local enquanto o pai da sua amada se deslocara às bombas de combustível para comprar gasolina.

Últimas Notícias