loader

Gal Costa, Gilberto Gil e Nando Reis realizam concertos em Portugal

Gal Costa, Gilberto Gil e Nando Reis actuam em Portugal num espectáculo denominado “Trinca de Ases”: um “jogo duro, entre uma moça e dois rapazes” que, em conjunto, somam mais de 140 anos de carreira.

Os “três mosqueteiros da canção”, actuaram Sexta-feira, em Lisboa, no primeiro de três concertos do projecto “Trinca de Ases”, criado em homenagem ao advogado Ulysses Guimarães (1916-1992), opositor à Ditadura Militar, no Brasil. Os “dois rapazes e uma garota”, como Gil apresentou os três músicos, actuaram, também no Sábado, em Lisboa, no Campo Pequeno, e Domingo, no Coliseu do Porto, com a participação do percussionista Kaina do Jêjê e do baixista Magno Brito. “Este é um projecto mais roqueiro, pela presença de Nando Reis”, que foi o baixista da banda Titãs, “ainda que tenha incursões variadas da música popular do Brasil, um projecto ao qual tanto eu quanto Gal Costa, nos associámos, tanto mais que a Gal teve um passado importante no ‘rock n’roll’”, disse Gilberto Gil à Agência Lusa, acrescentando que, desde a apresentação do mesmo, “muita coisa se foi alterando”.

Trinca de Ases são “três mosqueteiros, três patetas, três poetas da canção”, como se descrevem num dos versos, e que se juntaram “não só para celebrar a história de cada um, como também para cantar novos temas”, que surgiram deste “encontro feliz de amigos, a Gal, de longa data, e o Nando, de há 20 anos”. Em 1965, Ulysses Guimarães filiou-se no Movimento Democrático Brasileiro, que se tornou, em 1979, no Partido do Movimento Democrático Brasileiro. Foi um opositor à Ditadura Militar, que vigorou 21 anos no Brasil, terminando em 1987, ano em que Guimarães se tornou presidente da Assembleia Nacional Constituinte, responsável por estabelecer a nova Constituição, actualmente em vigor.

Vir a Portugal é essencial para os músicos brasileiros, disse Gilberto Gil, que foi ministro da Cultura do Brasil entre 2003 e 2008, e que qualificou como “visceral” a ligação a Portugal. “São vínculos que estão nos nossos ossos, nos nossos músculos, nas nossas vísceras, até pela língua e pela cultura global que é a portuguesa”, disse. Quanto à escolha do título “Trinca de Ases” para o espectáculo, disse que são “três ases num jogo duro, entre uma moça e dois rapazes” que, em conjunto, somam mais de 140 anos de carreira.

Últimas Notícias