loader

Ministro da Defesa admite anomalias na Caixa Social das FAA

O ministro da Defesa Nacional, Salviano de Jesus Cerqueira, admitiu esta Segunda-feira, na cidade do Cuito (Bié), a possibilidade de existirem algumas anomalias na Caixa Social das Forças Armadas Angolanas (FAA). O governante manifestou esta preocupação no final de uma visita de algumas horas à província do Bié, onde avaliou as condições sociais das unidades militares das Forças Armadas Angolanas estacionadas na região. Salviano de Jesus Cerqueira afirmou que as anomalias registadas prendem-se, sobretudo, com “algumas listas de elementos fantasmas que beneficiam de pensões sem, no entanto, indicar em que unidade, nem onde e quando combateram”. Disse que, para efeito, decorre em todo o país o processo de recadastramento (prova de vida) dos pensionistas para apurar os verdadeiros e que podem usufruir da pensão, para que os ilegais sejam finalmente afastados os ilegais. Argumentou que aqueles que não apresentarem documentos ou comprovativos para esclarecer as lacunas poderão deixar de estar legalizados como pensionistas. Lembrou que, enquanto decorre o processo da “prova de vida” ao nível nacional, não haverá cortes de subsídios e estimou o prazo de 60 dias para o término do processo iniciado em Fevereiro. Por outro lado, confirmou existirem ainda pedidos de inscrição na Caixa de Segurança Social das Forças Armadas Angolanas, ao nível do país, tendo salientado que no final do recadastramento, aqueles que reunirem os requisitos necessários serão inseridos.

Últimas Notícias